Blogger news

29 de jan de 2012

Definições de Taxas e Afins


Com a variada oferta de depósitos a prazos existente, é comum os consumidores/investidores depararem-se com termos e definições pouco claros, parte deles que tentaremos esclarecer.
Antes de mais é importante realçar que a taxa de juro apresentada pelos bancos é sempre anual. Ou seja, a taxa anual que seria oferecida pelo banco caso o dinheiro lá ficasse durante um ano inteiro.

TANB: Taxa Anual Nominal Bruta. É a taxa de juro bruta, ou seja, sem estar deduzida a retenção de IRS, feita automaticamente pelo banco. 

TAEL: Taxa Anual Efectiva Líquida. É equivalente à TANB líquida (deduzida) da retenção de IRS – aquilo que efectivamente vamos receber. Dado que a retenção de IRS é de 21,5%, a TAEL pode ser normalmente calculada através da seguinte fórmula: TAEL = 0,785 * TANB.
Para além de ser líquida, a TAEL tem em conta a periodicidade do pagamento de juros. Por exemplo, uma TAEL de 2% com pagamentos semestrais é equivalente a uma TAEL de 2,01% com pagamentos anuais (embora só para valores muito elevados faça diferença significativa).
O que importa é a TAEL para o Consumidor, Investidor, Depositante e a duração do depósito a prazo.

TAEG é o custo total do crédito para o consumidor expresso em percentagem anual do montante do crédito concedido. No cálculo da TAEG incluem-se despesas de cobrança de reembolsos e pagamentos de juros bem como restantes encargos a suportar (impostos, comissões e seguros de vida). Por isso, um consumidor para tomar a decisão de qual a melhor forma de financiar a sua compra, quer seja de um automóvel, electrodomésticos, férias ou outro, deve verificar e comparar as diferentes TAEG de cada uma das hipóteses de financiamento disponíveis. Muitas vezes um crédito que se nos apresenta como sendo um financiamento sem juro apresenta uma TAEG bastante elevada.
Como referido a TAEG diz respeito ao crédito ao consumo, mas se estivermos a comparar várias hipóteses de financiamento para outro tipo de operações de crédito, poderemos utilizar como indicador de auxílio à tomada de decisão, a Taxa Anual Efectiva (TAE) que as instituições de crédito divulgam. A TAE, tal como a TAEG, para além dos juros, inclui todos os encargos a pagar pelo cliente relacionados com a operação de crédito e que constituam receitas para a instituição de crédito ou de outras instituições financeiras (comissões, despesas de expediente, prémios de seguros, etc). O que diferencia os dois tipos de taxas é o facto de a TAEG se circunscrever às operações de crédito ao consumo e de incluir também os impostos associados ao contrato de crédito.

Spread bancário é um valor percentual que os bancos aplicam a uma taxa de referência e que pode ser considerado como a margem de lucro do banco.

Na análise do spread devem ser analisados outros factores que vão ter impacto no montante mensal a pagar ao banco:
  • Os bancos cobram valores bastante significativos nas comissões iniciais de estudo ou abertura de dossier e avaliação do imóvel. Alguns bancos optam por cobrar valores que cobrem os seus custos, mas existem outros que cobram valores com uma margem de lucro elevada. Deve ter atenção ao valor das comissões iniciais pois elas tem de ser pagas, independentemente de o banco aprovar ou não o crédito.
  • Os custos com a escritura devem ser analisados pois existem algumas instituições que cobram valores elevados por este procedimento.
  • Seguros de vida e multiriscos - analise bem os valores apresentados e compare com outros bancos. Os números que alguns bancos apresentam são, por vezes, de tal maneira elevadas que anulam eventuais spreads mais competitivos.
Por norma, os bancos que oferecem os spreads mais baixos são também aqueles que exigem a obrigatoriedade da compra e utilização de vários produtos, como por exemplo, cartões de crédito ou PPR.
Como forma de ajudar os clientes a compararem as ofertas dos bancos, incluindo os produtos ou serviços financeiros adicionais, o Banco de Portugal obriga os bancos a publicarem a TAER - taxa anual efectiva revista que é equivalente à TAE - taxa anual efectiva adicionada dos encargos associados à contratação desses outros produtos ou serviços.
A melhor forma de comparar as melhores condições no crédito habitação é contactar vários bancos e comparar não só o spread, mas também todos os outros custos associados à operação. Por vezes, o spread mínimo anunciado por alguns bancos não passa de publicidade e só é concedido em condições excepcionais.


Balança comercial é o nome da conta do Balanço de pagamentos onde se registram os valores das importações e exportações entre os países. Quando as exportações são maiores que as importações registra-se um superávit na balança, e quando as importações são maiores que as exportações registra-se um déficit. Quando o saldo da balança comercial apresenta negativo, o governo para equilibrá-la tem que recorrer as reservas cambiais de dólares que o Estado tem em caixa ou recorrer a empréstimos de banqueiros do exterior, este é um fato gerador da dívida externa.

  • Superávit é quando a balança comercial apresenta saldo positivo pois os valores em dólares das importações, foram menores do que os valores das exportações, ou seja, as exportações proporcionaram maior entrada de dinheiro no pais, (exceto dinheiro de especulações), neste caso, diz-se Balança comercial é favorável.
  • Déficit é quando um país tem um saldo negativo na balança comercial.
  • Divida interna é a dívida contraída em moeda nacional pelo governo com as pessoas físicas e jurídicas residentes no país.
  • Dívida externa é o somatório dos débitos de um país, resultantes de empréstimos e financiamentos contraídos no exterior pelo próprio governo, por empresas estatais ou privadas.

27 de jan de 2012

HYIP explicado

H High (Alto)
Y Yield (Rendimento)
I Investment (Investimento)
P Program (Programa)


Como se vê no nome, é um programa de investimento onde os seus lucros são muito altos (mais altos que os que oferecem o seu banco). Alto rendimento vem agarrado a alto risco. Muitos programas online que afirmam investir o seu investimento em forex, câmbios offshore, produtos, etc e que dão uma parte dos seus lucros como juros altos aos seus investidores. Alguns desses programas investem em outros semelhantes e partilham o lucro consigo. Estes programas são basicamente paginas web e podem até fornecer um endereço postal dos seus escritórios. Você investe nestes hyips online, através dos seus websites com e-currency. Os HYIPs pagam-lhe os seus juros em bases diárias/ semanais/ mensais conforme os seus planos de investimento, na sua e-conta, durante um tempo específico.Tu não tens que fazer nada em troca desses juros. Assim, investir em HYIPs, significa uma fonte de rendimento passivo onde tu só investes, senta-te e relaxa enquanto este rendimento extra flui para si.
O funcionamento do HYIP é extremamente simples. tu inscreves-te, abres a conta num programa de pagamentos electrónicos internacionais como o Alertpay ou Moneybookers e investe num projecto uma determinada quantia. Os juros podem ser pagos na totalidade ou reinvestidos, total ou parcialmente. Os prazos variam entre o diário e o anual. Os mais utilizados são entre 3 a 9 meses. Em suma os gestores das HYIPs utilizam os depósitos dos investidores privados, que não possuem fundos suficientes para participar nos projectos off-line de alto rendimento. Estes gestores, investem este dinheiro em negócios vantajosos e transferem parte dos lucros para a conta do cliente. Na realidade, a HYIP é uma das formas mais proveitosas de colaboração. Devido à acumulação do capital dos clientes, todos podem participar nos grandes investimentos com grandes lucros.
As HYIPs online e offline permitem aos seus investidores receber rendimentos, que nunca poderiam obter de outra forma.

Como reconhecer uma FALSA HYIP?


O formato do site é sempre o mesmo, mudam as cores e as imagens, mas o software apresentado é muito semelhante, normalmente são muito coloridas e os programas muito básicos.
A forma de comunicar com o suporte é muito básica e os mails que nos enviam é num inglês muito mau. Raramente têm telefone, e mesmo quando existe, não funciona.
As formas de pagamento não incluem transferência bancária, mas apenas meios de pagamento electrónico.
O formato do site é sempre o mesmo, mudam as cores e as imagens, mas o software apresentado é muito semelhante, normalmente são muito coloridas e os programas muito básicos.Os juros que prometem normalmente são entre 4% a 20% ao dia! Chegam a prometer 10.000% em 2 meses. Claro que só aposta neste tipo de situações, quem é realmente crente, mas muitos o fazem, e são estes depois que vêm dizer que tudo o que é HYIP é sinónimo de fraude. Mais uma vez digo que a culpa é do investidor. Se estes esquemas existem, e todos os dias vejo novos a aparecerem, é porque continuam a haver pessoas a colocar lá o seu dinheiro.
Verifique a data em que o site iniciou normalmente as falsas HYIPS têm menos de 2 a 3 meses, e poucas duram mais de 1 ano. Das várias HYIPs fraudulentas que fui seguindo, a vida útil dos sites variou entre os 21 dias e os 50 dias. Esta variação tem a ver com a quantidade de dinheiro que entra, e o tipo de juros que prometem. Numa das HYIPs que ofereciam 10.000% a 2 meses, durou até ao 50º dia, pois até aí muita gente ia entrando, já que com 200 USD habilitavam-se a ganhar 10.000 USD, o que é uma tentação, mas como é obvio, era dinheiro perdido.

Como escolher uma HYIP
 
1. O montante dos pagamentos – O normal será entre 1% e 2% ao dia, o que mesmo assim ao fim do mês é um grande valor. Valores muito acima destes indiciam que poderemos estar a lidar com uma fraude.

2. Limites do investimento – Os investimentos sérios têm normalmente limites mínimos e máximos, embora este não seja o aspecto mais importante, pois as HYIPs fraudulentas que investiguei tinham todas limites.

3. Actividade da empresa – Quando não nenhuma informação da natureza dos investimentos, é mais uma razão para desconfiar.

4. As suas impressões sobre – Se lhe parece de confiança, bem elaborado, sem erros, etc.

5. A verificação do domain – Para obter mais algumas informações sobre o site e sobre a empresa pode procurar pelo: IP Whois.

6. Informação de contacto – Se tem telefone, moradas, etc.

7. Sites de monitorização e opiniões nos fóruns económicos – Existem fóruns específicos sobre investimentos e lá pode encontrar opiniões válidas. As posições que as HYIPs têm nos sites de monitorização.

Taxa Tobin

James Tobin

Professor na Universidade de Yale de 1950 a 1988, foi galardoado com o Prémio de Ciências Económicas em Memória de Alfred Nobel de 1981, "por sua análise dos mercados financeiros e suas relações com as decisões de despesas, empregos, produção e preços".
James Tobin foi um trabalhador incansável; até os 80 anos ainda dava expediente no seu gabinete em Yale. É autor de 16 livros e de mais de 400 artigos .
 A idéia de algum tipo de imposto sobre transações financeiras tenha adquirido algum impulso recentemente, na esteira da crise financeira, mas tem uma longa história.
Muitas vezes chamado de um imposto Tobin, o Tobin em questão é o falecido James Tobin, prêmio Nobel economista norte-americano.



 
Quais são os Impostos Tobin?

Eles são simples os impostos de vendas em negócios cambiais através das fronteiras. A proposta original veio de James Tobin, Ph.D., um economista laureado com o Nobel em Yale, mas os economistas, desde então, refinou sua abordagem. Impostos Tobin pode ser promulgada no mercado interno pelas legislaturas nacionais, mas vai exigir a cooperação multilateral para ser efetivamente aplicada ... Vontade política para a passagem é o maior obstáculo a ser superado, pela mobilização dos cidadãos ...
A proposta é importante devido ao seu potencial para prevenir crises financeiras. Além disso, a estimativa de US $ 100 - $ 300 bilhões por ano torna possível para atender às urgentes prioridades globais, tais como a prevenção do aquecimento global, doenças e pobreza. Ajudar a virar a maré para soluções globais no século 21 ...
 
Como Tobin estilo de Impostos iria funcionar:
  • Especuladores de moeda corrente de comércio mais de $ 1.8 trilhão de dólares a cada dia através das fronteiras. O mercado é enorme, e voláteis.
  • Cada comércio seriam tributados em 0,1 para 0,25 por cento de volume (cerca de 10 a 25 centavos por centenas de dólares)
  • Isso desestimularia trades de curto prazo da moeda, cerca de 90 por cento especulativa, mas deixe a longo prazo os investimentos produtivos intacta.
  • O mercado de moeda, assim, diminuir de volume, ajudando a restaurar a autonomia econômica nacional. Nações novamente poderia intervir de forma eficaz para proteger sua própria moeda de desvalorização e crise financeira.
  • Bilhões em receita, estimada em US $ 100 - $ 300 bilhões por ano, seriam gerados.
  • Receita poderia entrar em fundos fiduciários destinados para financiar urgentes prioridades internacionais.